Item adicionado ao orçamento


Av. Itamaraty 710 - Rolândia-PR 43 2101-0100
English Portuguese Spanish

Incêndio na lavoura, como prevenir?

Gostou? compartilhe!

Incêndio na lavoura, como prevenir?

Incêndio na lavoura, como prevenir?

Prevenção é a melhor forma de combate ao incêndio na lavoura

Diversos órgãos governamentais representados pelos bombeiros e polícia florestal, dizem que o combate ao incêndio na lavoura é a prevenção. E cuidados básicos na lavoura evitam maiores prejuízos nas propriedades rurais em caso de focos de incêndio.

A manutenção dos aceiros (áreas sem vegetação) é uma das principais medidas preventivas que todo agricultor deve ponderar para evitar a propagação de incêndios. Os aceiros, além de evitar que as queimadas se propaguem, são importantes para que as brigadas de combate cheguem até o foco do incêndio mais rápido. Portanto, se você não tem um aceiro, ou tem, mas ele não está conservado, é melhor pensar em investir nesta medida preventiva.

A correta manutenção das máquinas agrícolas também é importante. Já foram registrados casos onde o superaquecimento das máquinas provocou queimadas de grandes proporções em lavouras. Portanto, realize todas as manutenções indicadas pelos fabricantes para que este problema não ocorra. Faz-se importante também que você retire todos os materiais que tenham fácil combustão das áreas plantadas, como papelão e latas de alumínio. Essa é uma medida simples, mas irá ajudá-lo a evitar incêndios.

Tenha planos de ação contra o incêndio na lavoura

Mesmo com todas as medidas preventivas, o risco de incêndios nas propriedades ainda é iminente. Sendo assim, é importante que se tenha na sua propriedade um plano de ação bem planejado. Neste plano devem constar todas as ações contra queimadas, desde a prevenção até as ações de combate ao fogo.

Uma sugestão preventiva refere-se à presença de tomadas de água a cada cinco quilômetros, assegurando uma eficiência razoável aos caminhões bombeiros. O treinamento de funcionários em relação às medidas preventivas e ao combate inicial do incêndio até a chegada do brigadistas especializados também deve estar presente no plano de ação.

Você até tem o direito de realizar queimadas controladas (aprovadas pelo código florestal em alguns casos), mas para isso deve buscar aprovação prévia do órgão estadual responsável pelas questões ambientais. Caso contrário, você estará sujeito a multas pesadas.

Minha lavoura sofreu um incêndio criminoso, e agora?

Infelizmente essa ação de incendiários é recorrente e você, no papel de proprietário ou gestor da área, deve agir rápido. Primeiramente, deve acionar as brigadas de combate para que o incêndio seja controlado o mais rápido possível. Com a situação controlada, você deve comunicar o fato à Prefeitura Municipal e a polícia, registrando Boletim de Ocorrência (BO) na delegacia. Solicite também a presença de autoridade policial no local para relatar o fato no BO.

É necessário que você acompanhe a coleta de provas para evidenciar os danos causados pelo fogo (imagem de satélite, fotos, registros dos danos ambientais, sociais e econômicos, etc.). Um laudo técnico após a ocorrência de fogo deve ser realizado por um profissional habilitado.

Além disso, caso você tenha a suspeita de incêndios criminosos, deve realizar a denúncia para o Corpo de Bombeiros, prefeituras, secretarias estaduais do Meio Ambiente e Ibama.

A importância de se realizar um laudo técnico sobre as causas do incêndio na lavoura

Apenas 0,5% das queimadas acontecem devido a fenômenos naturais. Pode-se afirmar que, por trás de toda queimada há a ação humana, de propósito (forma criminosa) ou “sem querer” (falta de conhecimento). O simples ato de jogar uma bituca acesa de cigarro na beira de estradas ou a queimada do terreno para a sua limpeza pode desencadear queimadas de proporções desastrosas.

Assim é importante que o laudo técnico seja realizado eficientemente. Se as conclusões do laudo indicarem incêndio criminoso, auxilie a polícia na busca pelo responsável por iniciar o incêndio. Este, por sua vez, poderá pagar multa e responder criminalmente pelo ocorrido.

O laudo também será a prova indicando que sua propriedade foi vitimada por um incêndio. Se você tem um seguro, o laudo será imprescindível, a seguradora irá exigir o laudo para que você possa ser ressarcido.



Gostou? compartilhe!